Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

TEXTO SOBRE O ABANDONO DE CÃES

Você abandonou o seu cão na minha fazenda no frio do inverno. Notei as pegadas na neve no gramado da frente da minha casa e na minha varanda, onde ele dormiu em uma cadeira velha. Como estou sempre na cidade, quase não fico por lá.Meus vizinhos já havia tentado por três dias capturá-lo, sem sucesso. Por sorte ele não foi para a floresta, onde os coiotes poderiam ter matado-o. No momento em que eu o encontrei, ele estava com muito medo, sozinho e confuso. Ofereci-lhe um pouco de bacon e ele veio até mim, na minha cozinha quentinha comeu mais três pratos de comida (com mais bacon, também). Ele estava com muita sede. Ele adormeceu em meus pés, provavelmente o seu primeiro sono em dias. Ele acordaria de imediato se eu saísse da sala. “Não se preocupe, companheiro”, eu dizia: “Eu só sairei do seu lado por um minuto”. Meu outro cão se deitou ao lado dele para o confortá-lo. Talvez, pensei, ele vagou fora de seu próprio quintal, e acabou se desorientando na neve, e perdeu seu faro. “Alguém d…

CAVALOS SOFREM MAUS TRATOS NO RS

A Guarda Municipal de São Leopoldo, cidade do interior do Rio Grande do Sul, flagrou uma cena revoltante de maus-tratos contra cavalos. Um dos animais, aparentemente desnutrido e machucado, foi obrigado a puxar duas carroças, levando um casal e duas crianças, além de ajudar outro cavalo (também visivelmente fragilizado) a se locomover.
O bicho não aguentou o peso e caiu na pista. As imagens e o Boletim de Ocorrência servirão como provas para que a Justiça tome alguma uma providência. Enquanto isso, o proprietário ficou sem os animais, e teve que puxar sua carroça e provar o sofrimento que infringia aos animais.
Fonte: R7
Voltar ao Blog do Orion de Sá

ZOONIT CONSEGUE SUSPENSÃO DE TRANSFERÊNCIA DE ANIMAIS

Os dias de solidão e muita tristeza do leão Dengo, de 11 anos, podem estar contados. Depois de ganhar uma decisão judicial suspendendo o fechamento do ZooNit, a instituição já entrou com pedido de devolução dos 233 animais que foram retirados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), incluindo a leoa Elza, 10 anos, companheira de Dengo.
O advogado Rubens Mattos, que representa o ZooNit, disse que representante do Ibama deve ser ouvido, nos próximos dias, pela 3ª Vara de Justiça Federal de Niterói e poderá recorrer da decisão, mas o pedido de devolução dos animais já está sendo apreciado pelo juiz.
“Todos os animais que foram retirados deverão voltar para o zoológico. Acredito que, nos próximos dias, uma posição já tenha sido tomada”, disse o advogado.
A presidente do Zoonit, Giselda Candiotto, disse que o passo dado com a suspensão do cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) é apenas a primeira parte de um longo processo.
“Esta foi uma vitória pela metade. Ela só ser…

MULTIDÃO APEDREJA E QUEIMA MACACO NA ÁFRICA DO SUL

Os moradores do vilarejo de Kagiso, perto de Johanesburgo, na África do Sul, apedrejaram e queimaram vivo um macaco vervet depois de alegarem que o animal estava ligado a algum tipo de bruxaria.
Segundo o jornal sul-africano The Star, a multidão gritava "Mate aquele bruxo", enquanto o macaco era colocado em um balde e encharcado com gasolina. Em seguida, testemunhas relatam que os moradores atearam fogo ao animal.
Os boatos de que o macaco podia falar se espalharam no dia 23 de maio, quando o animal entrou no vilarejo. O bicho foi então capturado, apedrejado e queimado. Antes de ser colocado dentro do balde e encharcado com gasolina, o animal conseguiu fugir e se refugiar em uma árvore, mas foi agarrado novamente e morto.
Um dos moradores de Kagiso, Tebogo Mswetsi, disse ao The Star que foi acordado por amigos logo pela manhã, que falaram sobre o macaco. Segundo eles o animal andava pelo vilarejo "falando com as pessoas".
Moswetsi se juntou à multidão por curiosidade e…

BURNE, O FILHOTE QUEIMADO COM ÓLEO SE RECUPERA E É ADOTADO

O cãozinho Burne, queimado com óleo quente e abandonado no início de fevereiro, em Jaguariúna, já tem um novo lar. Após ganhar fama internacional, o pit bull, que na verdade é vira-lata, foi adotado pelo dono da clínica, onde passou por tratamento durante 3 meses.
“Ele dorme na cama e fica o tempo todo comigo. No início achávamos que era um filhote de pit bull, mas depois que cresceu, percebemos que não tem uma raça definida”, conta o veterinário e dono do cãozinho, Danilo Testa. Burne está 100% recuperado.Segundo Testa, o animal não teve sequelas e o faro e a visão estão perfeitos. “Por ser filhote, ele teve um crescimento espontâneo que realojou a pálpebra e não foi feita cirurgia”, explica o veterinário. Agora, os cuidados são feitos com creme hidratante, protetor solar e colírio, nos dias mais secos. O próximo passo é adestrar o cão. “Ele vai ser adestrado para poder ficar na clínica. Ele virou o mascote daqui”, diz Testa. Na nova casa, Burne faz estripulias com os dois poodles do …

LEI ESTADUAL DO RJ QUE PERMITIA A BRIGUA DE GALO É INCONSTITUCIONAL

O Supremo Tribunal Federal (STF) declarou inconstitucional uma lei do Rio de Janeiro que autorizava brigas de galo. Os ministros concluíram que os animais submetidos a essa prática sofrem tortura e crueldades. Eles também disseram que a prática desrespeita a Constituição Federal, que defende o meio ambiente. A lei já estava suspensa por uma liminar do STF desde 1998.Para o presidente do STF, Cezar Peluso, a briga de galo também ofende o princípio da dignidade da pessoa humana. "É um estímulo às pulsões mais primitivas e irracionais do ser humano", disse. Antes da decisão, o STF já tinha considerado inconstitucionais leis de outros Estados que autorizavam as brigas de galo. Em 2004, o publicitário Duda Mendonça, que trabalhou em várias campanhas eleitorais, foi detido no Rio durante uma operação da Polícia Federal para reprimir as rinhas de galo.
Fonte: Estadão
Voltar ao Blog do Orion de Sá

EVENTO TEM RECORDE DE ADOÇÃO DE ANIMAIS EM SÃO PAULO

A festa de adoção promovida neste sábado, 28, pelo Centro de Controle de Zoonoses de São Paulo (CCZ-SP), bateu recorde de adoção de animais. Foram 45 gatos e 39 cães adotados durante as seis horas do evento. Na edição do ano passado, 26 animais foram adotados. Para Ana Claudia Furlan Mori, gerente do CCZ, os números podem refletir uma mudança no comportamento dos donos dos animais. "É uma amostra de que a população pode estar mais consciente da importância da guarda responsável e dos benefícios da presença de um animal de estimação na sua vida", diz. A festa de adoção registrou a presença de cerca de 1.300 pessoas, que também puderam assistir aos desfiles dos cães e à apresentação de adestramento organizada pela "Cão Cidadão" e por funcionários do CCZ. Havia ainda a exposição de fotos "Cuida bem de mim", da fotógrafa Tizia Ditullio.
Fonte: Estadão
Voltar ao Blog do Orion de Sá