Pular para o conteúdo principal

ÉGUA ATROPELADA NO DF AGONIZA POR MAIS DE 3 HORAS À ESPERA DE REMOÇÃO

DFTV - 2° Edição - Rede Globo - 03/02/12

Uma égua atropelada no final da manhã desta sexta-feira (3) na Avenida Contorno, uma das principais do Guará II, no Distrito Federal, agonizou durante três horas até ser socorrida por um caminhão do Serviço de Zoonoses. A égua morreu a caminho do Hospital Veterinário.
O acidente aconteceu por volta das 11h20, quando um carro e uma carroça se chocaram. De acordo com a polícia, o carroceiro saía de uma obra e cruzou a via para pegar um retorno.
Testemunhas disseram que a carroça estava na faixa central da pista quando foi atingido pelo veículo, que estaria em alta velocidade na faixa da esquerda. O carroceiro caiu e foi levado pelos Bombeiros para o Hospital de Base, com escoriações na cabeça e foi liberado pouco depois.
O motorista do veículo não se feriu. Segundo ele, não foi possível desviar da carroça, que teria atravessado na frente do carro.
Policiais militares que chegaram ao local pouco depois do acidente chamaram o Serviço de Zoonoses. No entanto, o animal, que estava agonizando no asfalto, não foi retirado da pista porque, segundo os policiais, era preciso aguardar a chegada dos peritos da Polícia Civil, o que só aconteceu às 14h10.
Meia hora depois, o local do acidente foi liberado e a égua foi removida para o Hospital Veterinário da Universidade de Brasília (UnB), na Granja do Torto.
Moradores e trabalhadores da região se aglomeraram no local. Uma moradora de um prédio em frente ao local do acidente jogava água sobre a égua para aliviar o sofrimento do animal.
Ela disse que nos quatro meses em que mora no local, já presenciou várias situações de risco no trânsito. Segundo ela, a colocação de um quebra-molas ajudaria a reduzir acidentes no local.
O funcionário público Aníbal de Souza estava indo almoçar quando viu o acidente e decidiu parar para ajudar no atendimento ao animal. “Eu estava no ônibus, vi a égua na pista e desci. Estou aqui há duas horas. Deixei meu almoço para dar assistência. É tudo muito triste. Fiquei aqui por amor aos animais”, disse.

Fonte: G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'A FAZENDA' THIAGO GAGLIASSO VOLTA A BATER NAS CABRAS - OUTRA PUNIÇÃO

Abaixo trechos onde fica explícito o desprezo, o abuso e o desrespeito pelos animais. Olha uma de suas frases:
- não posso te agredir, mas, posso te agredir verbalmente....
No final da votação, debochando, ele se dirige "aos criadores de cabra" pedindo desculpas e avisa que amanhã teria uma reunião com todas elas.
O diretor do programa disse, em entrevista, que agressão aos animais daria expulsão. O que falta além da confissão do tal participante? Será que é porque o Thiago já veio marcado para ganhar por ser cunhado do auditor do referido programa? Quem falou foi ele mesmo, gente!

Fonte: O Grito do Bicho
Voltar ao Blog do Orion de Sá

IGGY POP E KE$HA EM CAMPANHA CONTRA A CAÇA DE FILHOTES DE FOCA

Ke$ha e Iggy Pop decidiram unir forças à PETA, organização que luta pelo tratamento ético aos animais, para impedir o governo canadense de legalizar o comércio internacional de vendas de peles de filhotes de focas.“Dar pauladas (maneira utilizada para sacrificar os animais) em filhotes de focas é doentio e é uma ‘mancha negra’ no Canadá. Não deixe a ganância de alguns manchar a imagem de um país inteiro” declarou o lendário roqueiro. “A matança canadense é bárbara e arcaica” acrescentou a autora de Tik Tok. “Minha música e meus fãs são parte de um movimento entre os jovens que pretendem dominar o mundo com mudanças positivas. Sei que ele irão ajudar a mim e a PETA a banir a matança canadense de focas, para que o único lugar que você veja pele de filhotes seja no museu”. A dupla irá aparecer em cartazes ao lado de imagens dos animais com o slogan “Canada’s club scene sucks” (“O cenário de porretadas canadense não presta” em tradução livre) para promover a ação, como você pode ver nas foto…

ERGONOMIA - CADEIRA DE RODAS PARA CÃES AMIGO

Nir Shalom, um designer industrial israelense, criou esse cadeira de rodas que permite que o cão tenha mais liberdade em seus movimentos, além de mais conforto. Apresentada no mês passado em Milão. A cadeira se encaixa no quadril do cão e permite que ele consiga se deitar, correr e sentar.
Voltar ao Blog do Orion de Sá