Pular para o conteúdo principal

Motoboy salva cão atropelado duas vezes após ser jogado de carro no DF

Incidente aconteceu na madrugada de domingo, no acesso a Taguatinga.
Homem tenta arrecadar dinheiro para custear estada de bicho em clínica.

Cão Bob, que foi salvo por motociclista de Brasília após ser jogado de
carro e atropelado duas vezes (Foto: Carolina Mourão/Arquivo Pessoal)
O motoboy Roberto Alexandre Oliveira Alves, de 36 anos, se viu diante de uma das mais difíceis missões na madrugada do último domingo (21) em Brasília: ele presenciou o momento em que um vira-lata foi jogado de um carro e atropelado duas vezes no acesso a Taguatinga pela EPTG. Sem dinheiro, ele tenta ajuda para pagar as despesas do animal em um pet shop, além de exames e consultas. Os gastos são estimados em R$ 1,5 mil.

“Na hora em que eu parei a moto para entrar na curva, vi o cão rolando, vindo do alto. Quando fui pegá-lo, veio um carro e passou em cima das patas e logo depois outro veio e passou na coluna”, disse. “Fiquei esperando por 20 minutos para ver se o dono voltava, se buscava. Vou lá todos os dias. Acho que eu procuro mais o dono do que o dono tem interesse nesse cachorro.”

De acordo com o motoboy, o bicho sangrava muito pela boca. Ele decidiu colocá-lo debaixo do braço e levá-lo a uma clínica veterinária que atende 24 horas por dia, em Ceilândia.

“Fui cortando o sinal. Tomei pelo menos duas multas por atravessar no sinal vermelho, mas eu não podia deixar o cachorro morrer. Ele estava muito machucado”, afirmou.

Alves diz que foi informado de que a estada do cachorro custaria R$ 600 até segunda-feira. Ele decidiu então passar os R$ 200 que tinha no cartão, que seriam usados para abastecer a moto, e ligar para uma protetora de animais.

Radiografia feita após cão Bob ser jogado de carro e atropelado duas
vezes no DF (Foto: Reprodução)
Com a ajuda de Carolina Mourão, o motoboy esteve no local para procurar imagens de câmeras de segurança – sem sucesso. A protetora disse que ainda não denunciou o caso à Polícia Civil porque estava se dedicando aos cuidados com o animal, mas que vai procurar a delegacia nesta sexta.

Segundo ela, Bob – como foi batizado – sofreu uma lesão em um disco na coluna e corre o risco de não andar mais. O animal precisa fazer um exame que custa R$ 800, além de passar por veterinários especialistas e possivelmente fazer uma cirurgia.

“A crueldade com os animais domésticos é oculta, e aumentou proporcionalmente com a frustração social, pessoal ou profissional. Os animais sofrem na pele dentro de casa, quando não estão abandonados aos milhares com fome”, disse Carolina.

O motoboy, que nunca teve animais domésticos e mora com a avó, afirmou que pretende ficar com o cão. Ele conta que se apegou ao animal.

“Na hora que eu levei ele, ele ficava olhando para mim, e isso me deixou emocionado. Pensei que tinha que salvar ele e agora quero ficar com ele. Quero ter certeza de que ele vai ficar bem”, declarou.

De acordo com o Código Penal, o crime de maus-tratos contra animais tem pena entre três meses e um ano de prisão. O acusado também pode ser multado pela prática.

Fonte: G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

'A FAZENDA' THIAGO GAGLIASSO VOLTA A BATER NAS CABRAS - OUTRA PUNIÇÃO

Abaixo trechos onde fica explícito o desprezo, o abuso e o desrespeito pelos animais. Olha uma de suas frases:
- não posso te agredir, mas, posso te agredir verbalmente....
No final da votação, debochando, ele se dirige "aos criadores de cabra" pedindo desculpas e avisa que amanhã teria uma reunião com todas elas.
O diretor do programa disse, em entrevista, que agressão aos animais daria expulsão. O que falta além da confissão do tal participante? Será que é porque o Thiago já veio marcado para ganhar por ser cunhado do auditor do referido programa? Quem falou foi ele mesmo, gente!

Fonte: O Grito do Bicho
Voltar ao Blog do Orion de Sá

IGGY POP E KE$HA EM CAMPANHA CONTRA A CAÇA DE FILHOTES DE FOCA

Ke$ha e Iggy Pop decidiram unir forças à PETA, organização que luta pelo tratamento ético aos animais, para impedir o governo canadense de legalizar o comércio internacional de vendas de peles de filhotes de focas.“Dar pauladas (maneira utilizada para sacrificar os animais) em filhotes de focas é doentio e é uma ‘mancha negra’ no Canadá. Não deixe a ganância de alguns manchar a imagem de um país inteiro” declarou o lendário roqueiro. “A matança canadense é bárbara e arcaica” acrescentou a autora de Tik Tok. “Minha música e meus fãs são parte de um movimento entre os jovens que pretendem dominar o mundo com mudanças positivas. Sei que ele irão ajudar a mim e a PETA a banir a matança canadense de focas, para que o único lugar que você veja pele de filhotes seja no museu”. A dupla irá aparecer em cartazes ao lado de imagens dos animais com o slogan “Canada’s club scene sucks” (“O cenário de porretadas canadense não presta” em tradução livre) para promover a ação, como você pode ver nas foto…

ERGONOMIA - CADEIRA DE RODAS PARA CÃES AMIGO

Nir Shalom, um designer industrial israelense, criou esse cadeira de rodas que permite que o cão tenha mais liberdade em seus movimentos, além de mais conforto. Apresentada no mês passado em Milão. A cadeira se encaixa no quadril do cão e permite que ele consiga se deitar, correr e sentar.
Voltar ao Blog do Orion de Sá